Gratidão

Gratidão

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

pequenas dicas para UPH

UPH é a União de Homens Presbiterianos - Uma sociedade interna da Igreja Presbiteriana do Brasil. Conheça mais navegando no Site: http://www.ipb.org.br/uph/

Debates grupos ecléticos: (presença de sócios e não sócios)

Sugestões de assuntos.

- Queria entender minha mulher, mas ‘ta’ difícil.
- Estou sem grana o ano todo e ela adora ir às compras.
- Tenho um filho rebelde.
- Eu é que sei aproveitar a vida.
- Deus gosta de mim, não faço nada errado!

Se usar uma linguagem informal e impessoal pode fazer o debate fluir melhor.

Debates em um grupo de sócios.

sugestões de assuntos:

- O maior peixe que peguei. (aspectos missionários de cada sócio)
- Sou ruim de evangelismo, mas quero melhorar.
- A música que ouço é a melhor.
- Administro bem o que Deus coloca em minhas mãos.

Programação com premiação.

- Uma pescaria.

Cada peixe pescado corresponde ao número de vezes que um amigo precisa ser pescado. (isto é: visitado, convidado a vir à igreja e principalmente em boas programações da UPH). A premiação será o privilégio de levar pessoas a ouvir de Cristo.

* Última dica: nunca promova atividades sem propósitos ou intenção planejada. Por exemplo: Você nunca deve realizar um culto na casa de um sócio só porque faz tempo que não tem culto na casa de um ou de outro. Este culto será encarado como um trabalho enfadonho por muitos e desmotiva. Tudo precisa ser bem planejado e com propósitos e alvos bem definidos. Afinal, é “melhor qualidade que quantidade.” Percebam que o culto é algo importante, mas se não tiver uma fundamentação, isto é: um planejamento pensado pela sociedade com objetivo a ser alcançado, não será produtivo. Realizações apenas para acrescentar no relatório não geram resultados realmente positivos. E mais: cada dia que passa, o nosso tempo está mais precioso e valioso. Com isto, precisamos ainda mais, ter responsabilidade em pensar

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Dia da criança em Abadia dos Dourados MG

Fotos tiradas na praça central da cidade no dia 12 de outubro de 2009

Veja também: http://julianocso.blogspot.com/2011/05/praticas-que-nao-podem-faltar-em-seu.html
PRÁTICAS QUE NÃO PODEM FALTAR EM SEU LAR!














quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Encontro de Casais Igreja Presbiteriana Abadia dos Dourados

Algumas fotos do encontro de casais da Igreja Presbiteriana Abadia dos Dourados MG realizado em 26 de setembro de 2009.

Maria Canedo e Adair

Rosilene e Ronaldo

Lindomar e Jainilei

Genoveva e Alceu

Pernambuco e Liamar

Glaucimar e Cassio

Eliane e Cizemar


Lívia e Fábio

As fotos a seguir foram tiradas no Restaurante Caipira em Abadia dos Dourados MG

Lidia e Juliano














sexta-feira, 14 de agosto de 2009

De Minas ao Paraná

Este post irá mostrar lugares de uma viagem saindo de Abadia dos Dourados MG, passando por Campinas, São Paulo e chegando em Castro PR (Em Castro visitas em Castrolanda e Abapã). Vejam as fotos:

Rio Dourados em Abadia dos Dourados MG.

Esta segunda foto é em Monte Carmelo MG. seguindo sentido Patrocínio MG até a Rodovia 365. Depois sentido Nova Ponte MG


Nova Ponte MG

Esta foto é em Nova Ponte quando retornava da viagem.


De Nova Ponte segue até Uberaba MG (foto)


Ituverava SP - Após Uberaba, viajar no sentido São Paulo pela Anhaguera passando por várias cidades.

Campinas SP


Pedágio na rodovia Bandeirantes sentido Capital.

Túnel no Rodo Anel sentido Castelo Branco/Raposo Tavares (região Metropolitana de São Paulo)


Na manhã seguinte...

Balões às margens da rodovia Castelo Branco sentido interior.


Após a Castelo Branco, rodovia Tietê/Itapetininga, sentido Itapetininga SP


Após passar por Itapetininga, Capão Bonito e Itapeva, enfim, divisa com o Paraná, cidade de Itararé SP (foto de Itararé)


Sengés PR


Castro PR, cidade histórica, vale a pena conhecer as belezas daqui!


Castrolanda-Castro PR

Frio do inverso Paranaense


Abapã-Castro PR

Fim de nossa viagem, agradeço a companhia!

terça-feira, 7 de julho de 2009

Impossível de ser pintado

Uma morte brutal e aterrorizante forma um quadro impossível de ser pintado. Para clarear e gerar vida houve trevas repentinas e uma dolorosa morte sangrenta. Como congelar em artes, um fato de tantas transições de luminosidade, ações, dor, vida e morte?
Cada golpe e escárnio sentidos foram movimentos que culminaram nas gotas de sangue que vão escorrendo pela cruz, quando pregos perfuraram os membros do corpo já cansado. Tudo fica mais sombrio com as densas trevas, após elas, grito de desamparo e após este, morte...
Todo esse terror e brutalidade vão saindo de cena e dão lugar à compaixão e perda. Homens, interessados em dar um pouco de dignidade ao morto, coloca-o em um sepulcro emprestado e lá fica...
Aparentemente, chega à ocasião ideal, para pintar um quadro estático diante de um morto imóvel. Mas como pintar um quadro de um morto que desaparece do túmulo, que após a morte é visto em vários lugares, fala com muitas pessoas e a morte já não faz parte deste corpo, pois agora vive?
A morte deste homem, Jesus, foi real, mas passageira. Ele ressuscitou e por intermédio dele, nós recebemos o melhor presente que é a salvação eterna. E isto nos proporciona uma alegria incrível, que é impossível descrevê-la em palavras e nem tão pouco em um quadro, mesmo que seja lindo.

sábado, 4 de julho de 2009

MISSÃO TRANSFORMADORA, RESENHA

Resenha do primeiro capítulo do livro de David Bosch.

Reflexões sobre o Novo Testamento como documento missionário.

O texto de David Bosch apresenta questões pertinentes no que se refere às missões. Bosch inicia destacando o caráter missionário apresentado no Novo Testamento e com ênfase ao ministério de Jesus. O próprio estímulo para escrita dos evangelhos tem como prioridade o anúncio do próprio Jesus Cristo.
O Novo Testamento está inteiramente ligado ao Antigo Testamento que de igual modo, não perde o caráter missionário. Deus escolhe um povo que mesmo sem ir fazer missão, em si mesmo apresentava Deus, sendo esta a realidade missionária do Antigo Testamento.
Já nos estudos do Novo Testamento, documento que é a autenticidade para o cristão, nota-se que a missão de Jesus era direcionada aos pobres, enfermos, enfim; aos marginalizados, sem esquecer que é uma missão abrangente e, portanto, estende-se aos ricos também. Uma mensagem em forma de convite refletindo uma questão de amor e não uma coerção.
Ressalta-se o Reino de Deus como algo presente e futuro, “o ‘já’ e ‘ainda não’”. Reinado que foi proposto de modo contrário ao mundo da época; inclusão de leprosos e cura no dia de sábado, exemplifica isto. Jesus que relembrou a lei com vigor, mas que em exaltação ao amor a prioridade poderia ser, descumprir a lei.
Um ponto de grande destaque está justamente na parte final do texto, quando Bosch traça um paralelo entre a igreja de Antioquia e Jerusalém. Enquanto Jerusalém estava apegada às tradições e normas sendo uma igreja burocrática e desta forma estava voltada para si, preocupada com aparência eclesiástica e a grandeza local. Antioquia era uma igreja dinâmica, inovadora, aberta às mudanças e a sua visão era para fora, tanto que enviou os mais capacitados líderes para o trabalho missionário fora da igreja.
E ainda, os cristãos da época eram revolucionários para o bem. Eles causavam impacto no mundo apresentando uma mensagem inclusiva através da própria vida de testemunho.
Hoje estamos muito mais preocupados com o nome que temos e a manutenção do mesmo como instituição. Ao contrário disto, temos que amar e por amor sair e com ousadia apresentar o Reino de Deus.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Preciosos para Deus

Quando a minha filha nasceu, eu não queria tirar os olhos dela. A vida dela era preciosa de mais para mim! Eu achava que assim, estaria garantindo a sobrevivência dela.

E para reforçar a expressão preciosidade, digo que eu já saí de casa com a minha família para ficar há mais de mil e trezentos quilômetros por muitos dias e eu não fiquei preocupado com os objetos que estavam lá dentro da casa. Mas, há poucos dias eu saí à noite de casa, com minha esposa. Saída rápida, por poucos minutos há poucos metros de distância, estava na calçada de casa. Meus filhos estavam lá dentro dormindo e eu não consegui tirar os olhos da casa nem por um minuto. É que lá dentro havia duas vidas preciosas de mais pra mim!

É inevitável ficar sem lembrar as palavras de Jesus: "eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância." (JOÃO 10.10) Isto se deve ao fato ser a nossa ser vida preciosa de mais para Ele. É tão preciosa que Ele teve coragem de morrer na cruz.

O Salmo 139 diz que em todo lugar que se está Deus lá está presente. Ainda se lê nos Salmos: “O anjo do SENHOR acampa-se ao redor dos que o temem e os livra” (Salmo 34.7). O Salmo 23 diz que o Senhor é o pastor e ele cuida em dias difíceis e em dias bons. Tudo isto pelo fato de ser a vida preciosa de mais aos olhos de Deus.

Como está escrito: “não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel. (Isaías 41.10) E ainda “diz o SENHOR, que te criou: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. Visto que foste precioso aos meus olhos, digno de honra, e eu te amei, darei homens por ti e os povos, pela tua vida. Não temas, pois, porque sou contigo” (Isaías 43.1, 4-5).

... Somos preciosos para Deus.

sábado, 6 de junho de 2009

Versículos bíblicos

Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido. Josué 1

O que ouvimos e aprendemos, o que nos contaram nossos pais, não o encobriremos a seus filhos; contaremos à vindoura geração os louvores do SENHOR, e o seu poder, e as maravilhas que fez. Salmo 78

Amarás, pois, o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. Deuteronômio 6

Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3

Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti. Salmo 119

Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, 39 nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor. Romanos 8